Câmara aprova aumento do piso dos agentes de saúde de Caruaru

por Núcleo de Comunicação Social — publicado 27/03/2019 10h00, última modificação 27/03/2019 01h07
Em medida de urgência, projeto que institui a revisão salarial cumpriu todas as etapas legais e segue para sanção da prefeita

Ponto alto das sessões ocorridas nesta terça (26), o projeto de Lei de Nº 8.084/2019 do Poder Executivo de Caruaru -  que dispõe sobre atualização do valor fixado como piso salarial dos Agentes Comunitários de Saúde e dos Agentes de Combate às Endemias do município- foi aprovado, nas duas discussões, por todos os vereadores presentes e sob o olhar atento dos servidores da saúde que compareceram para acompanhar a votação.

Por se tratar de projeto de lei que envolve matéria financeira, o documento, para que cumprisse todas as etapas legais, precisaria passar por uma segunda discussão, algo que foi sanado na mesma ocasião, com a convocação de reunião extraordinária para deliberação das matérias pendentes, logo após ao término da 18ª sessão ordinária.

Foi reconhecida por todos os parlamentares a urgência de se definir a situação do piso dos agentes municipais da área de saúde. A vereadora Zezé Parteira utilizou a tribuna para ressaltar as dificuldades diárias que esses profissionais enfrentam para a realização do seu trabalho, como as longas caminhadas debaixo de sol forte, ou debaixo de chuva, e até mesmo os cães que insistem em afugentar esses desbravadores da saúde que muitas vezes se veem obrigados a pular cercas e porteiras para chegar até os mais isolados munícipes que precisam do atendimento. “Onde tem agente de saúde, não tem mortalidade”, destaca a vereadora que vivenciou e ainda vivencia a realidade dos agentes de saúde.

Os parlamentares membros das Comissões lembraram as discussões prévias que tiveram com os representantes da classe e presidente do sindicato SINDACSE-PE, Natalício Faustino, para que se chegassem ao texto que melhor atendesse a esses profissionais, que foi o documento apresentado na referida assembleia para votação. Os edis também lembraram a importância do escalonamento para previsão legal de novos aumentos, questões que prometeram debater vigorosamente nos anos vindouros.

Agora, o texto aprovado pela casa segue para sanção da prefeita do município, Raquel Lyra. Sua assinatura formaliza o documento como lei que, dentro do prazo legalmente previsto, passará reger o novo piso da categoria.

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis.