Em Caruaru, alunos adventistas ganham direito de remanejamento de aulas

por Victor Vargas — publicado 28/11/2013 23h00, última modificação 08/11/2018 13h42
Na última quinta-feira (28), vários alunos universitários que pertencem à Igreja Adventista do Sétimo Dia...

Na última quinta-feira (28), vários alunos universitários que pertencem à Igreja Adventista do Sétimo Dia, em Caruaru, ganharam o direito de exercer sua crença sem prejudicar os estudos. Em defesa da liberdade religiosa (liberdade de crença), um mandado de segurança foi deferido contra a Favip/Devry que, anteriormente, havia negado o direito constitucional dos alunos referentes à substituição dos horários de aula nos sábados bíblicos (do por do sol da sexta até o por do sol do sábado), de acordo com os ensinamentos adventistas.

O assessor político do vereador Jadiel Nascimento (Pros), o advogado Adilson Lira, entrou com a ação depois que estes alunos se reuniram com o edil, na Casa Jornalista José Carlos Florêncio. “Na administração anterior, esse direito era respeitado pelos antigos gestores, que beneficiavam não só os adventistas, mas qualquer um que precisasse de um dia específico da semana para a prática de sua fé. Porém, com a nova administração, esse direito foi suprimido”, disse o advogado.

Para o vereador Jadiel Nascimento essa não é apenas uma vitória dos membros adventistas, mas de todos que possuem uma crença religiosa e que muitas vezes não têm seus direitos constitucionais respeitados. “Embora a ação beneficie uma pequena parcela de alunos, para nós é um êxito coletivo e a oportunidade de se debater o assunto em um âmbito maior”, afirmou o edil.

AI/vereador Jadiel Nascimento

Foto: Alex Oliveira

registrado em: