Leonardo participa de audiência sobre central de tratamento de resíduos

por Victor Vargas — publicado 04/08/2014 00h00, última modificação 08/11/2018 13h45
A convite do diretor-presidente da Agência Estadual de Meio Ambiente – CPRH, Paulo...

A convite do diretor-presidente da Agência Estadual de Meio Ambiente – CPRH, Paulo Teixeira de Farias, o presidente da Câmara Municipal de Caruaru, vereador Leonardo Chaves, do PSD, participa nesta quarta-feira (6) de Audiência Pública sobre a Central de Tratamento de Resíduos – CTR Caruaru. Promovida pela Secretaria de Meio Ambiente e Sustentabilidade – Semas, através da CPRH, a audiência terá como foco o tratamento de resíduos sólidos, em específico os chamados “rejeitos,” aqueles que sobram depois de separados os recicláveis.

Caruaru já possui um aterro sanitário em operação, mas sua capacidade, segundo especialistas, já se aproxima do limite, sendo necessária a implementação de outro mecanismo para o correto processamento dos resíduos sólidos produzidos diariamente pela população. A proposta da implantação de uma Central de Tratamento de Resíduos – CTR em Caruaru, a exemplo do que já foi feito em outros municípios pernambucanos, como Petrolina e Igarassu, seria uma resposta à essa demanda.

Segundo relatório de impacto ambiental – RIMA encomendado pela CPRH, a CTR Caruaru seria implantada na zona rural, em Lajedo do Cedro (4º Distrito), a cerca de 6km do centro de Caruaru. “De forma mais específica, o empreendimento será localizado dentro de uma área de 82,11 hectares, que correspondia à antiga Fazenda Cachoeira da Onça”, diz o relatório. O aterro sanitário de Caruaru, localizado perto do Autódromo Ayrton Senna, possui uma área aproximada de 10 hectares, e já está em operação há mais de 12 anos. Ainda segundo o relatório, o CTR Caruaru teria vida útil estimada entre 30 e 60 anos de operação.

A audiência que vai tratar do assunto é aberta ao público e terá início às 9h30, no auditório do SESC Caruaru, localizado na Rua Limeira Rosal, Bairro Petrópolis.

Guanabara Comunicação/AscomCâmara

registrado em: