Processo Licitatório define contratação de consultoria Contábil da Câmara de Caruaru

por Núcleo de Comunicação Social — publicado 01/04/2019 11h50, última modificação 01/04/2019 12h52
Em sessão transmitida ao vivo pelo facebook, legislativo conhece empresa que fará sua consultoria de contabilidade e financeira ao longo de 2019.

Contratação de empresa de consultoria contábil foi licitada, hoje (01), na Câmara Municipal de Caruaru (CMC) e transmitida ao vivo pela página da Casa no Facebook. A modalidade de licitação executada foi a de Tomada de preço – aquela em que participam as empresas previamente cadastradas, até três dias antes do evento, para análise prévia da situação financeira e jurídica dessas firmas interessadas.

Para eficiência na gestão dos gastos públicos é importante o conhecimento técnico especializado na área de contabilidade, para que se possa melhor orientar o gestor nas suas decisões financeiras, bem como manter a organização das contas e documentos, conforme o estipulado pelos órgãos de fiscalização.

A Câmara estimou, com base em pesquisa de mercado, o valor de até R$7.933,00 mensais para pagamento do serviço de consultoria contábil. Porém, a proposta apresentada pela empresa vencedora, foi de um valor abaixo do total previsto: R$7 mil, o que deverá resultar numa economia de R$11.196,00, durante um ano para os cofres públicos.

Com o vencimento do antigo contrato, o Poder Legislativo de Caruaru precisou abrir um novo processo licitatório para contração durante o ano de 2019. Para isso, divulgou a abertura da licitação em diário oficial do município e veículos de grande circulação e apenas uma empresa demonstrou interesse, comparecendo ao ato. O interessado cumpriu com todos os requisitos legais exigidos pelo certame e o processo pôde ser efetivado.

O presidente da Comissão de licitação da CMC, o servidor Vicente Sabino, conta sobre o cuidado que a administração da casa tem para que todo o processo ocorra de forma efetiva e explicou sobre os prejuízos para sociedade quando não comparece nenhuma empresa para reivindicar sua participação na competição, ficando uma licitação deserta, como é denominada no meio jurídico. “Quando isso ocorre não é bom para a administração, pois é gerado o custo de ter que se refazer todo o processo, inclusive o de divulgação novamente”, relata Vicente.

A consultora em licitações e contratos, Goreti Gomes, destaca a importância da transparência, principalmente quando se trata de contratação com o poder público, exaltando a postura da Câmara em transmitir ao vivo todas essas sessões, o que perpassa o compromisso da gestão do atual presidente da Casa, o vereador Lula Tôrres, firmado desde o início de sua administração.

“A licitação é a abertura, um convite para que todos participem. A transparência é justamente para que todos vejam que não existe interesse em A, B ou C. Então, a gente pede que os interessados compareçam e tirem dúvidas e os internautas também podem encaminhar suas dúvidas, e a gente está aqui para isso: trabalhar para transparência e o ganho é para toda a sociedade”, conclui Goreti.

 

 

 

 

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis.